Esquecidos....






São muitas as pessoas mas são poucas a que demostram o que realmente sentem, querem, sonham e almejam. Luzes perdidas em meio a tanta escuridão, tanta desilusão, chega a trazer o recendimento, a raiva, o desespero e muitas vezes o choro que é inevitável.


Fatos surgem muitas vezes como uma maneira de comprovar algo esperado, ou simplesmente confundir mesmo deixar o gostinho da incerteza. Por muitas vezes, o que se espera de cada minuto seja aproveitado ao máximo, mas muitas vezes por burrice e medo de se aventurar em um momento de inebriante felicidade, se deixa de lado um momento que poderia ser eternizado por uma vida inteira.


Ás vezes, muitas voltas em torno de sim mesmo faz com que nada aconteça, permaneça igual, mas como mudar tudo isso...??? o que se deve fazer? Corra e faça acontecer, porque quando for tarde demais esqueça, nada será como antes, nada nada.


< Jacqueline Marinho >



Topo