Do lado de Cá

Se a vida às vezes da uns dias de segundos cinzas
E o tempo tic taca devagar
Põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso
Vem pra cá, vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
E tudo não parece funcionar
Deixe esse problema à toa, pra ficar na boa
Vem pra cá

Do lado de cá, a vista é bonita
A maré é boa de provar
Do lado de cá, eu vivo tranquila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar
Do lado de cá

A vida é agora, vê se não demora,
Pra recomeçar é so ter vontade de felicidade pra
Pular...
(Chimarruts)

Duas razões...um só sentimento....

                          
Sabe aquela vontade de sentir o coração pulsar mais forte e ao mesmo tempo mais calmo?
Pensar e ouvir aquela voz suave da lembrança de cada momento mais que especial...
Passear entre os bosques dos sonhos de cada instante ao fechar os olhos caminhar lado a lado...
Entender além do silenciar que vem a dizer tantas coisas, coisas ouvidas apenas pelas batidas do coração...
Em cada passo rumo ao futuro, tendo a certeza das escolhas concretas e mais que sonhadas...feitas a partir de um sentimento grandioso e sem duvidar poder dar resposta a pergunta: SIM!!!

<Jacqueline Marinho>


Olhar infinito...

                           
Cada um deixa, passa e até vira sonho na vida de alguém, palavras são ditas, sentimentos e ações são trocadas de maneira tão natural que a realidade se confunde.
Olhares e até trocas de pequenos gestos são motivos mais válidos na auto-procura diante de uma realidade tão desconhecida
Saber entender e por em prática muito vai depender da auto-confiança e principalmente da capacidade de enxergar o que ainda não foi dito
Palavras, apenas palavras pequenas palavras, grandes silabas, poucas letras que traduzem o mais infinito e grandioso acontecimento, que muda completamente o rumo...mostrando a infinita felicidade de uma vida inteira
< Jacqueline Marinho >


Luz, ação e imaginação...

        
o cheiro do perfume de rosas em uma manha de sol.
o sorriso no rosto daquela criança que recebeu um saquinho de jujubas.
o abraço apertado que leva dos corações a bater em descompasso
o afeto com que aquele senhor cuida do seu cachorrinho...
talvez seja o destino, talvez seja o tempo..ou ate as lembranças que não fazem mudar os fatos
mas um futuro bom pode ser decido a partir de escolhas de ser feliz HOJE!

< Jacqueline Marinho >


A menina e o lenço

Tantas noites reviradas em lençóis de algodão, que de alguma forma enxugavam as lágrimas daquela menina assutada.
Tudo o que ela mais queria era uma palavra, uma ação...algo que a fizesse entender o porquê das duvidas, das incertezas...
Afinal procurava por respostas que nunca teve.
Procura culpar o tempo, o vento e ate aquele gole de café daquela manhã de sexta ensolarada.
Uma palavra que fica engasgada junto com aquilo que sempre sonhou ouvir
Mas afinal onde estão os culpados?
Não é a culpa que fará com que tudo mude
mas as atitudes daí em diante que farão a diferença, sem lamentações
o destino uni por diversas formas, cabe então entender cada presságio colocado no caminho.
Devolver-se a oportunidade de acreditar que ainda haverá chances pode ter efeito alusivo ao fato de que não há esperanças demostradas, mas a procura por um caminho de outras veredas.
Um lenço pode ser a resposta para muitas coisas!


< Jacqueline Marinho >

Infinita Essência...


Como uma criança que inocente corre no quintal,
colhe flores e despedaça cada pétala,
Apanha aquela fruta que mais lhe chama atenção
Assim é a vida cada detalhe levará a tomar distintos rumos
Pequenos, mas essenciais...
Indescritíveis, mas marcantes...
Simples, mais imponentes...
Humildes, mas formidáveis ...
Dilacerantes transformações ocorridas em frações de segundo
que modificam o rumo de todos os acontecimentos.
Fortificar o interior, dividindo a luz interior com boa ações com o próximo
energiza a alma e alimenta o coração de amor.
Plantei sementes, vedes florescer, colhei os frutos e multiplicai dentro do pomar de outras vidas...



< Jacqueline Marinho >








                 

"Para você, desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, que sua família esteja mais unida, que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas. Mas nada seria suficiente... Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade."


Carlos Drummond de Andrade

Quase...


Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono. 

Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si. 

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

Sarah Westphal

Encontro


Oportunidades não acontecem toda hora 
coisas e pessoas passam todos os dias
alguns ficam outros não
uns chegam e fazem morada de repente, como outros que já moravam lançam partida.
deixe entrar o que bater na porta, 
apenas observe e selecione
encontre-se com o amor,  carinho, paz, esperança, fé.
desencontre-se com o medo,com a raiva, angústia, tédio, tristeza, incerteza
Mas tenha um eterno encontro com VOCÊ, assim tos os outros acontecerão



< Jacqueline Marinho >



Uma questão de ser...





Tudo parece tão estranho,
E você se pergunta:
Quem eu sou agora?
sou luz ou escuridão?
sonho ou desespero?
luta ou fracasso?
amor ou paixão?
Tristeza ou felicidade?
Quem cada um optará em ser, ter, viver e transmitir?
A decisão é sua!
< Jacqueline Marinho >


Situações...






Principio do inicio em recomeço ao
confiar e não ver mais nada,
amar sem medo do depois
mostrar-se em pequenos gestos
vivendo cada oportunidade
sem frestas,
sem arestas.
plenitude de sensações
indescritíveis,
inimagináveis
inigualáveis
inesperadas
Surpresas reservadas,
Reveladas por apenas uma decisão: ir ou ficar?

< Jacqueline Marinho >



Talvez...



Talvez seja tudo que
Venha do nada,
seja nada,
mas que é tudo
talvez a alma esteja leve,
ou pesada,
talvez tudo esteja em luzes
ou em cores vivas,
Sempre ao invés de um talvez
esteja a certeza bela da vida
onde os desencontros se encontram e se tornam um só...
< Jacqueline Marinho >

Acasos




Aos trancos e barrancos dos dias, as situações demostram que nem tudo é fácil,
mas tudo pode ser visto em mil acasos
Que levam a lugar a algum ou a muitos lugares,
com muitas pessoas e situações
sem nexos...complexos pensamentos
que mostram o quão intensas são as inter relações
entre o certo e o incerto
o medo e o acerto
o querer e o poder.
Conflitos que ferem o ego,
Mascaram a verdadeira essência
Tanto fazem refletir e não obter nenhuma resposta.
Muitos vem a ajudar nessa soma, outros a subtrair...a dividir ...e a multiplicar...
Nada do que foi será ..de novo do jeito que já foi um dia..
Tudo passa, mas o que não passa são os que somam
Esses sim permanecem como os melhores acasos.

< Jacqueline Marinho >




Topo